Artigo

CEBRAC Campo Grande arrecada latinhas para ajudar o próximo com compra de cadeiras de roda.

O CEBRAC Campo Grande iniciou em janeiro uma campanha para arrecadar latas de alumínio e, com a venda dos materiais, comprar cadeiras de roda. Hoje uma cadeira de rodas simples custa R$400,00 e o alumínio pode ser vendido a R$ 3,90 o quilo. Portanto, são necessários 100 quilos de alumínio para se conseguir uma cadeira.A meta da escola é adquirir pelo menos 21 cadeiras, que foi a quantidade obtida na mesma ação, em 2015.
A campanha iniciou em 2013, onde a escola obteve cerca de 390 quilos de alumínio e doou 4 cadeiras. Em 2014 foram 411 quilos revertidos em 30 cadeiras de rodas (neste ano houve mais cadeiras, pois alguns parceiros compraram equipamentos extras). Já em 2015 foram 802 quilos de latas de alumínio e foram compradas 21 cadeiras de rodas. Ao todo em três anos alcançamos a marca de 55 cadeiras doadas e foram recolhidos do meio ambiente aprox. uma tonelada e meia.
 
No ano passado, 6 pessoas carentes receberam as cadeiras. O restante foi doado para o Hospital de Câncer Alfredo Abrão (12 cadeiras) e a APAE de Sidrolândia (três cadeiras).
 
Aqueles que quiserem doar suas latinhas e contribuir para campanha podem levá-las para o Cebrac, na Rua 13 de Maio, 2967 (Centro) ou entrar em contato pelo 3301-3000. A escola também está aceitando sugestões de pessoas que precisem das cadeiras para fazer a doação ao fim da ação.
 
Conforme a diretora da instituição, Josiene Becker, a campanha tem o objetivo de envolver os alunos em questões ligadas à solidariedade e ao meio ambiente, sendo realizada em todas as cidades onde há franquias Cebrac. “Nossa escola têm como missão formar o cidadão profissional, porém, esta meta só pode ser alcançada se conteúdos, como a sustentabilidade e ação social, permearem nosso currículo. Se conseguirmos plantar pequenas sementes de cuidado com o planeta e o meio ambiente, quem sabe num futuro próximo não ouviremos mais falar em dengue, zika vírus, ou então não sofreremos mais com a falta de água, por exemplo. A educação é transformadora, basta fazermos algo e assumirmos o papel de educadores”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *