Vistoriada 8 casas de festa que estão irregulares

casashowOs bombeiros de Campo Grande vistoriam nesta manhã oitos casas de festas que apresentaram irregularidades em relação a normas de segurança.

Serão vistoriados o Clube Libanês, Bom D Mais, Lofty Garden, Palácios Eventos, Move Club, Cabaré, Bar Fly e Ttriu’s Hall. Esses locais não estão de acordo com a legislação conforme verificado pelo Corpo de Bombeiros na última vistoria realizada.

Três equipes do Corpo de Bombeiros juntamente com engenheiros do Crea/MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul) estão fiscalizando essas casas de festas.

Os estabelecimentos precisam cumprir todas as medidas de segurança exigidas em legislação estadual para obter o alvará de funcionamento, que garante que todas as normas de segurança estão em dia.

A fiscalização foi intensificada após a tragédia ocorrida na madrugada do último domingo (27), na boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Morreram no incêndio 231 pessoas, dentre eles, quatro jovens de Mato Grosso do Sul.

 

O presidente do Crea, Jary Castro, informa que o conselho faz esse tipo de vistoria o ano todo, mas com acompanhamento dos bombeiros, que tem poder de Polícia, esse trabalho é facilitado.

Porém o diretor dos Serviços Técnicos do Corpo de Bombeiros, coronel Oliveira Franco, pondera relatando que o estabelecimento só são obrigados a abrir caso esteja ocorrendo no local algo que ofereça risco.

Jary Castro informa que essa ação será estendida para Corumbá por conta dos eventos do Carnaval na próxima semana.

O coronel explica que um estabelecimento para obter o alvará de funcionamento tem que ser vistoriado pelo Crea, Bombeiros e Prefeitura, além de ter o ART (Anotação de Responsabilidade Técnica). Nesse documento, assinado pelo arquiteto da obra, tem que conter discriminado todas as normas de segurança efetuadas na construção, isso incluiu, por exemplo, instalação de gás, ar-condicionado e fiação.

Após esse tramite, a Prefeitura ainda tem que conceder ao estabelecimento o Habite-se, documento que autoriza a circulação de pessoas em uma determinada construção.
A vistoria nesses locais vai ocorrer durante toda a manhã. O Campo Grande News está fazendo contato com todas as empresas citadas para saber o posicionamento sobre as irregularidades apontadas.

Fonte: campograndenews.com.br

Curta nossa fanpage

Deixe uma resposta